Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Domingo, 20 de Março de 2005
A miscegenação
Ao longo da história, a mistura de raças tem sido uma constante, certamente com períodos ou regiões em que foi mais intensa do que noutros.
Neste pequeno país no extremo sudoeste da Europa, e na sequência de invasões e ocupações mais ou menos prolongadas, cá estiveram os loiros celtas (parece que os primeiros a misturarem-se com os autóctones iberos), os fenícios, os gregos, os cartagineses, os romanos, os vândalos, os suevos, os alanos e, the last but not the least, os árabes.
Se calhar outros por cá assentaram arraiais mas, como não sou expert na matéria, quem o for que me esclareça (muito obrigado, desde já).
Em tempos posteriores, cá estiveram franceses e ingleses. Estes não foram muito numerosos mas eram de fina estirpe e deixaram marcas bem profundas que ainda hoje são notórias.
Vem isto a propósito do que acontece actualmente em Portugal.

Estamos perante uma fase de intensa imigração: chineses (macaístas e não macaístas), ucranianos, russos, romenos, angolanos, moçambicanos, guineenses, santomenses, cabo-verdianos e brasileiros são, se não esqueci nenhum povo com presença significativa, os mais representativos. E não esqueçamos que, entre os africanos, há etnias bem diferenciadas.

Estamos portanto em condições de, por miscegenação (eu sei que é um palavrão, por isso tive o cuidado de consultar o pai dos burros, vulgo dicionário, para ter a certeza de como se escrevia), vermos no futuro surgir alterações físicas e temperamentais no português típico.
Será desta que veremos o negro de cabeleira loira e o branco de carapinha de que falava o velho spot publicitário?
Em contraponto, não quero deixar de referir o forte contributo que demos para o cruzamento de raças no exterior, nomeadamente no período das descobertas e da colonização, e posteriormente nas fases emigratórias do sec. XX. América do Norte, Brasil, Venezuela, Africa do Sul, França e Alemanha, sobretudo.
E sempre nos demos bem a fazer cruzamentos.
Não nos envergonhávamos disso.
Não foi por acaso que o grande Jorge Amado disse que a maior criação dos portugueses ao longo da história tinha sido a mulata!
(curioso...ele falou em mulata e não em mulato...será machismo?)

Nota: Não vou abordar agora a questão da mudança das características do português médio por efeito da nascente engenharia genética. Ainda é cedo para falar nisso. Mas que vai ser do caraças, lá isso vai!


publicado por António às 22:13
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De leonoreta a 21 de Abril de 2007 às 20:54
os mulatos, a maior invençao dos portugueses, mais propriamente ideia de afonso de albuquerque enquanto vice rei da india (da parte que nos cabia).

quanto ao preto loiro (nao quero saber das politiquices incorrectas) e ao branco de carapinha lembrei-me do restaurador OLEX. era nao era?

abraço da leonoreta


De António a 21 de Abril de 2007 às 22:09
Essa ideia do Afonso de Albuquerque não conhecia.
Mas os indianos e afins não são negros e o mulato é filho de branco e negro.

Restaurador Olex?
Não deve ser porque esse restaurava a cor original do cabelo.
Mas...talvez tenhas razão!

Beijinhos


Comentar post

Mais sobre mim
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

"Eu sou louco!" no Sapo

Explicações no Ribeiro

Diplomacia no Rivungo

Excursão a Zamora

Na Kaiserstrasse

Miguel Ângelo (a casa de ...

Miguel Ângelo Pereira

No norte de Itália

No campo de trabalhos

Seis meses de vida

Fórmula 1 na Boavista

Um filme em Zurich

Uma turma difícil

O anúncio

Sonhos e realidade

Cena de caça no Bambangan...

Em Las Palmas

Lutador anti-fascista

O fármaco milagroso

Uma noite em Londres

Arquivos

Março 2007

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes

Free Hit Counter